Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

seta direita seta esquerda
Sala Porta-Jazz
seta direita seta esquerda
Cartaz Abril sala Porta-Jazz

Noneto constituído por estudantes e ex-estudantes da ESMAE (Escola Superior de Música Artes do Espetáculo) do Porto que se apresenta ao público com um reportório baseados nos cânones da tradição jazzística.

Com originais e arranjos especialmente escritos para a formação pelos seus membros pode ouvir-se na bateria José “Stark”, no contrabaixo Joni Axel, no piano Miguel Meirinhos, na guitarra Joaquim Festas, no saxofone alto João Paulo Silva, no saxofone tenor Pedro Simões Matos, no barítono Rafael Gomes, no trombone Gil Silva e no trompete Pedro Jerónimo.

Pedro Jerónimo Trompete

Gil Silva Trombone

Rafael Gomes Saxofone Barítono

Pedro Simões Matos Saxofone Tenor

João Paulo Silva Saxofone Alto

Joaquim Festas Guitarra

Miguel Meirinhos Piano

Joni Axel Contrabaixo

José "Stark" Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto North Camels Large Ensemble

Daniel Neto, guitarrista português que lançou em Outubro de 2018 o seu segundo disco de originais com o nome "Olho de Peixe", tendo sido considerado em Dezembro como um dos melhores discos de jazz de 2018, convida Carlos Barretto no contrabaixo e Luis Candeias na bateria para tocar o seu "Olho de Peixe" num concerto especial na Porta-Jazz.

Daniel Neto Guitarra

Carlos Barretto Contrabaixo

Luis Candeias Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Daniel Neto

Foto: Jorge Carmona (Antena 2)

João Guimarães Quarteto


A “Residencial Porta-Jazz” proporciona aos músicos em residência tempo e espaço para a exploração e criação musical. Aqui, dedica-se tempo às obras por fazer, às ideias por realizar, às coisas impossíveis e agrupamentos improváveis..

Este será um concerto em formato de ensaio aberto que servirá de inspiração e teste para a gravação do álbum que se seguirá nos próximos dias.

João Guimarães Saxofone e Composições

Travis Reuter Guitarra

Demian Cabaud Contrabaixo

Marcos Cavaleiro Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto João Guimarães

Neste novo álbum “Boundaries” o cantor Manuel Linhares apresenta composições, ora em Português ou Inglês, que tentam reflectir sobre as preocupações e inquietações do mundo actual e o lugar que cada um pode ocupar numa sociedade atravessada por fronteiras, separações e limites. Por outro lado, esses limites referem-se também às condições da nossa própria existência, de uma vida que procurando encontrar o espaço da sua liberdade, não deixa de se confrontar com o seu isolamento e com os seus limites.

Enquanto gesto de criação artística, talvez pertença à música a função de não deixar de estar atento a este ruído do mundo, reflectir sobre ele e fazer dele música.

“Boundaries” tem uma linguagem enraizada no jazz mas que encontra referências na música clássica, no minimalismo, no rock ou na música experimental. É um álbum pleno de contrastes e tensões. Um trabalho onde a voz aparece não só como solista mas como instrumento, comportando-se muitas vezes como um instrumento de sopro, duplicando melodias, criando backgrounds e sobrepondo várias camadas melódicas em contraponto. O resultado é um jogo dinâmico de diferentes timbres que concede às composições distintas texturas musicais.

Manuel Linhares Voz

Paulo Barros Piano

Filipe Teixeira Contrabaixo

João Cunha Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Manuel Linhares

Foto: Joana Pestana e Mariana Marques

Brandão/Caldeira/Meirinhos/Cabaud/Cardita


A “Residencial Porta-Jazz” proporciona aos músicos em residência tempo e espaço para a exploração e criação musical. Aqui, dedica-se tempo às obras por fazer, às ideias por realizar, às coisas impossíveis e agrupamentos improváveis.

Para a Residencial 12.0, Demian Cabaud e João Pedro Brandão, convidam três dos seus ex e actuais alunos para explorar o seu repertório original, numa semana que termina com a realização deste concerto exclusivo.o-se muitas vezes como um instrumento de sopro, duplicando melodias, criando backgrounds e sobrepondo várias camadas melódicas em contraponto. O resultado é um jogo dinâmico de diferentes timbres que concede às composições distintas texturas musicais.

João Pedro Brandão Saxofone Alto e Flauta

Hugo Caldeira Trombone

Miguel Meirinhos Piano

Demian Cabaud Contrabaixo

João Cardita Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Residencial 11

CONUNDRUM #8

O oitavo de um ciclo de concertos onde o baterista Pedro Alves tem o prazer de desafiar as almas mais intrigantes do seu caminho para um diálogo a dois - sem antecedentes, apenas o silêncio infinito de mistérios e possibilidades que se prestará a ser desvirtuado.

+info sobre as sessões Conundrum:

https://pedromeloalves.com/conundrum-sessions/

"O João Grilo é uma das figuras mais encantadoras deste Portugal, procurador ávido da poesia que tudo contém. Com um percurso exploratório entre o jazz e a música improvisada e os domínios da música contemporânea e electrónica, é hoje um dos pianistas com mais cores e luz nos dedos que conheço e das maiores inspirações que tenho para abraçar o desconhecido. Este sábado contamos com os anos passados que nos ligam desde a entrada no curso de jazz da ESMAE, as conversas desamparadas sobre liberdade e as buscas paralelas por Portugal e Europa fora que daí surgiram, para culminarmos neste encontro de volta ao nosso Porto cinzento, na Porta-Jazz." (PMA)

João Grilo Piano preparado

Pedro Melo Alves Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Grilo & Alves

Imagem: Pedro Melo Alves

Hery Paz, Javier Moreno e Marcos Cavaleiro são três reconhecidos músicos oriundos de Cuba, Espanha e Portugal que se cruzaram pela primeira vez em 2018, numa memorável tour pela América Central com o Quarteto de Javier Moreno.

A afinidade que o grupo desenvolveu no decorrer dessa viagem, denunciou que novas experiências musicais iriam acontecer num futuro próximo.

Reunidas as condições, os três músicos voltam a retomar a sua caminhada, trazendo consigo música original para compartir, e na agenda, paragens obrigatórias em Lisboa, Porta-Jazz, Coimbra, Madrid e Bilbau.

Hery Paz Saxofone Tenor e Flauta

Javier Moreno Contrabaixo

Marcos Cavaleiro Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Paz/Moreno/Cavaleiro