fotografia sala porta-jazz
cartaz 9 Festival Porta-Jazz
fotografia discos carimbo

Miguel Ângelo Quarteto apresenta o seu segundo álbum "A VIDA DE X", constituído por dez composições inspiradas em personagens fictícias ou em histórias imaginárias ou reais a que o quarteto deu vida e espera que cada ouvinte crie a sua própria visão e, desta forma, ganhe uma nova vida.

Miguel Ângelo Contrabaixo e Composição

José Soares Sax

Joaquim Rodrigues Piano

Mário Costa Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Miguel Ângelo


Companheiros de longa data e cúmplices na Orquestra Jazz de Matosinhos, estes três músicos juntam-se para explorar as possibilidades e o espaço desta formação, tendo como moldura, temas originais e standards.

Assim como a passagem do cometa Halley,  este encontro acontece uma vez em cada dois ou três anos. Não percam a oportunidade!

Pedro Guedes Piano

Demian Cabaud Contrabaixo

Marcos Cavaleiro Bateria


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Demian Cabaud Trio

Foto: Carlos Azevedo

Fátima Serro

Portuense de gema, começou o seu percurso no jazz nos anos 90. Ao longo dos últimos 25 anos criou e participou em vários projectos, com os quais actuou e gravou. Ao mesmo tempo, foi sendo professora de meio-mundo na zona norte e centro do país, onde continua a ensinar muitas vozes a cantar o jazz.

De 11 de Outubro a 29 de Novembro, a Porta-Jazz convida oito figuras incontornáveis do Jazz Português, em especifico do Jazz do Porto, para em tom de tertúlia após jantar, partilharem na primeira pessoa, as histórias e memórias vividas ao longo da fundação e desenvolvimento do movimento Jazz do Porto.


Moderação por Leo Pellegrim - Saxofonista Brasileiro, professor no curso de Saxofone da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, pesquisador do Instituto de Etnomusicologia, Centro de Estudos em Música e Dança (INET-MD) e doutorando em música pela Universidade de Aveiro (Portugal).


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Fátima Serro

Foto: Susana Neves

PELE DE PAPEL, o segundo disco dos pLoo pretende uma convivência multicultural dentro do mesmo espaço, um local onde o jazz, a música do mundo, a música improvisada livremente e a música contemporânea possam coabitar.

Daniel Dias Trombone

João Mortágua Saxofone Alto

Eurico Costa Guitarra

Diogo Dinis Contrabaixo

Paulo Costa Bateria


Crú: Espaço Cultural

Rua Alves Roçadas - Vila Nova de Famalicão

Foto:Ploo

Foto: Pedro Costa


Bison's Big Bang started in 2012 as a graduate thesis project at Philadelphia's University of the Arts. The project continued on into the working band it is today beginning with their first album release, "Pure Imagination," in 2015. Led by saxophonist Brian Blaker, the group consisted mostly of members from other local Philly band staples (Swift Technique, iLL Doots, Killiam Shakespeare, Cold Roses, Hambone Relay, etc.). Each performance is its own unique experience as the band places a heavy emphasis on each member's individuality in improvisation, composition and arranging. This culminates in a melting pot of influences drawing from jazz, rock, hip-hop and funk.

With Blaker's relocation to Portugal, Bison's Big Bang is proud to feature the extraordinary talents of Portuguese musicians. The newest additions to the collective are Antonio "AP" Pedro Neves, Nuno Campos and Ricardo Coelho.

Brian Blaker Saxophone

Antonio "AP" Pedro Neves Guitar

Nuno Campos Bass

Ricardo Coelho Drums


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Foto Bison's Big Bang

Carlos Azevedo

Nasceu em Vila Real, em 1964. Iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música do Porto em 1982, concluindo a frequência do Curso Superior  de Piano com a Profª. Arminda Odete. Frequentou ainda o Curso Superior de Composição da Escola Superior de Música do Porto, que finalizou em 1991.

Tem desenvolvido a sua atividade artística quer como compositor quer como pianista de Jazz participando em diferentes projetos.

É professor de Composição na Escola Superior Música e Artes do Espetáculo.

De 11 de Outubro a 29 de Novembro, a Porta-Jazz convida oito figuras incontornáveis do Jazz Português, em especifico do Jazz do Porto, para em tom de tertúlia após jantar, partilharem na primeira pessoa, as histórias e memórias vividas ao longo da fundação e desenvolvimento do movimento Jazz do Porto.


Moderação por Leo Pellegrim - Saxofonista Brasileiro, professor no curso de Saxofone da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, pesquisador do Instituto de Etnomusicologia, Centro de Estudos em Música e Dança (INET-MD) e doutorando em música pela Universidade de Aveiro (Portugal).


Sala Porta-Jazz

Rua de João das Regras 305

Junto à Praça da República

Carlos Azevedo

Festival Porta-Jazz :: Epicentro local de um movimento internacional

Chris Cheek, Thomas Morgan, Jeff Williams e Eliot Zigmund em parceria com músicos portugueses

Igreja de Cedofeita recebe, pela primeira vez, o Festival Porta-Jazz

Clubedo - concertos pela noite dentro nos clubes de Jazz do Porto

Ponto de encontro de um movimento internacional, o Festival Porta-Jazz assume-se como promotor de intercâmbios inéditos entre músicos de Jazz. De 1 a 9 de Dezembro, o Porto é palco da maior edição do festival cuja programação conta com cerca de 30 concertos, entre estreias e parcerias artísticas inéditas, mas também um encontro de escolas, oficinas e jam sessions.

Da vasta programação da 9ª edição do Festival Porta-Jazz, destacam-se as parcerias inéditas do contrabaixista Thomas Morgan com Marcos Cavaleiro; o saxofonista Chris Cheek com o quarteto MAP, liderado por Paulo Gomes; o baterista Jeff Williams com Demian Cabaud em “Astah”, e o quarteto de Gonçalo Marques; e Eliot Zigmund (baterista que gravou com Bill Evans) com Manel Fortià e Carlos Azevedo.

Concertos únicos e irrepetíveis que fazem do Porto o epicentro do Jazz de 1 a 9 de Dezembro. Uma cidade de portas abertas e envolvida no sucesso do Festival Porta-Jazz. Ao longo de nove dias, o Teatro Rivoli, a Casa da Música, a FEUP (Faculdade de Engenharia da Univ. do Porto), o Passos Manuel, a ESMAE (Escola Superior de música, Artes e Espectáculo), o Hot Five, a Casa de Ló e a Sala Porta-Jazz vão receber mais de uma centena de músicos e dezenas de estudantes de música, portugueses e estrangeiros. Pela primeira vez, a Igreja de Cedofeita torna-se palco do Festival Porta-Jazz. Exceptionalmente, recebe o trio de Susana Santos Silva, Torbjörn Zetterberg e Hampus Lindwall, que vai tocar no órgão de tubos construído por Th. Kuhn. Um concerto imperdível, uma oportunidade única e irrepetível.

Entre a geração de artistas emergentes, compositores e intérpretes consagrados, destaca-se o trabalho original realizado por músicos sediados no Porto e suas parcerias com músicos de outros pontos do país e estrangeiro. Encontros organizados mas também improvisados, como é o caso das sessões do Clubedo onde diariamente, após os concertos nos auditórios, o público é convidado a viver o ambiente dos clubes que programam habitualmente Jazz na cidade. Aqui poderão assistir a concertos exclusivos, trios informais de jazz e jam sessions abertas à comunidade de músicos que do encontro no palco fazem soar a criatividade e a dinâmica do jazz do Porto.

Mais informações em breve.

Recorde-se que o Festival Porta-Jazz acontece anualmente desde 2010 e cumpre um papel importante na vida cultural da cidade, tendo-se tornado uma referência incontornável para o jazz em Portugal.

A Associação Porta-Jazz afirma-se, a cada ano, como a maior plataforma de incentivo à criação e divulgação de jazz em Portugal. Resultado do trabalho desenvolvido pela associação e pelo seu braço editorial, o Carimbo Porta-Jazz, este festival é uma oportunidade para ouvir, ver e viver o pulsar de uma comunidade altamente criativa e que muito tem contribuído para a dinâmica cultural de Portugal.

Imagem Festival Porta-Jazz