Eduardo Cardinho – Vibrafone

12179355_10201216259605556_863266238_n.jpg

BIO:

Eduardo de Sousa Cardinho nasceu em Marrazes/Leiria e deu os primeiros passos na música aos 6 anos de idade na filarmónica de S. Tiago de Marrazes, tendo aulas de bateria com o professor João Maneta.

Mais tarde, em 2004 ingressou no conservatório de música do orfeão de Leiria para ter aulas com o professor Manuel Campos onde conclui o 5º grau, tendo vencido vários prémios neste conservatório como dois primeiros lugares e um terceiro lugar no concurso jovens músicos de leiria.

Em 2008 entrou na Escola Profissional de Música de Espinho onde é aluno dos professores Nuno Aroso, Rui Rodrigues, Joaquim Alves, Pedro Oliveira.

No ano seguinte após ter entrado em Espinho ganha o 2º prémio na categoria B de vibrafone no concurso internacional de percussão em Fermo/Itália.

Em 2011 conclui o curso de percussão em espinho e ingressou na Escola Superior de Música Artes e Espetáculo do Porto onde estudou vibrafone jazz com Jeffery Davis. Nesse mesmo ano ganha o primeiro prémio na Holanda no concurso de bandas, World Music Contest Kerkrade ao serviço da Banda Sinfónica Portuguesa e o concurso de Bandas de Aveiro a nivel nacional com Spot Free Jazz.

Foi vencedor do 2º prémio “Prémio Jovens Músicos” em exequo na categoria de combo jazz a nivel superior com o seu mais recente projecto, “Eduardo Cardinho Quinteto”, não tendo sido atribuido 1º prémio em 2013, Mário Laginha elogiou este projecto dizendo que:

“Há relativamente pouco tempo fiz parte do Júri da 27ªedição do Prémio Jovens Músicos e fui surpreendido pela performance do Quinteto de Eduardo Cardinho. Arranjos elaborados e muito bem feitos, bem como uma evidente procura de uma linguagem própria, numa faixa etária a rondar os vinte anos, levam-me a pensar – e dizer – que devem ser seguidos com muita atenção!”
Mário Laginha

Em 2014 venceu o prémio de melhor instrumentista jazz do festival de jazz do São Luis em lisboa e no ano seguinte (2015) conclui a licenciatura na ESMAE em vibrafone Jazz com distinção.

Frequentou várias masterclasses de aperfeiçoamento com professores e músicos de renome internacional como: Anders Astrand, Rud Wienner, Markus Leoson, Rainer Seegers, David Friedman, Bart Quartier Ben Street, Jordi Rossy, Andrew D’ Angelo e Kunihiko komori. E teve a oportunidade de partilhar o palco com alguns grandes nomes do jazz como Soweto Kinch, Andrew D’ Angelo, Ben Street, Russel Malone, Sérgio Carolino, Jordy rossy, Bruno Pedroso, Nelson Cascais, Marcos Cavaleiro entre outros.

Trabalhou com a orquestra clássica de Espinho, com a orquestra filarmonia das Beiras e Orquestra Sinfónica de Leiria, Orquestra dos Templários em Tomar, Fundação Orquestra Estúdio de Guimarães e Orquestra do Norte.

Actualmente trabalha com alguns projectos como: Eduardo Cardinho Quinteto, Eduardo Cardinho & João Barradas Quartet, Eduardo Cardinho Lisbon Trio, Home e Banda Sinfónica Portuguesa.

Em dezembro de 2015 gravou o seu primeiro cd com “Eduardo Cardinho Quinteto”.