Julho / July

 

Sala Porta-Jazz

Av. Aliados, 168, 4ºPiso
concerto: 5 eur / 3 eur membros *
.
poster JULHO 21 flyerWEB-02
.

DATA EXTRA !!

27 Julho, 22h00 (27 July, 10pm)

Kevin Hays Trio

.
Kevin Hays.jpg
.
Kevin Hays | Piano
Romeu Tristão | Contrabaixo
Marcos Cavaleiro | Bateria
.

Kevin Hays é internacionalmente reconhecido com um dos grandes pianista da sua geração. Com 15 álbuns já editados em seu nome, a sua notável contribuição musical está registada em discos com Chris potter, Joshua Redman, Nicholas Payton, Al Foster e Bill Stewart.
Em 2011 gravou em duo com pianista Brad Mehldau e o compositor Patrick Zimmerli, tendo o disco recebido grandes elogios por parte da crítica especializada.

.
………………………………………………………..
.
Quarteto José Pedro Coelho
.
José Pedro Coelho – saxofone tenor
João Grilo – piano
Demian Cabaud – contrabaixo
Marcos Cavaleiro – bateria
.
Música Original de José Pedro Coelho, levada a cabo por músicos que procuram entre si um diálogo permanente e sempre novo, tomando a improvisação como o principal ponto de partida para as suas formas de expressão.
.
Weird Bird
.
Florian Egli – saxofone
Dave Gisler – guitarra
Martina Berther – baixo eléctrico
Rico Baumann – bateria
.
Everything Moves (Intakt Records) é o álbum de estreia que o quarteto suíço apresentará na Sala Porta-Jazz.
Profundamente enraizada no jazz, a música de Weird Beard procura com independência estilística uma linguagem característica dentro do panorama contemporâneo, garantindo espaço para a espontaneidade e imprevisibilidade.
.
André Santos “Vitamina D”
.
André Santos – Guitarra
Tristan Renfrow – Bateria
Matt Adomeit – Contrabaixo
.
“Vitamina D” é o novo disco do guitarrista madeirense André Santos, foi gravado em Maio de 2016, em Amesterdão, e editado em Agosto pela editora independente Robalo Music.
Composto por um diligente trio, este é um disco composto por sete faixas, marcadas por grandes contrastes dinâmicos e muita interação, onde André Santos acompanha e é acompanhado por dois talentos emergentes vindos dos EUA: Tristan Renfrow na bateria e Matt Adomeit no contrabaixo.

Apesar de ter o jazz e a improvisação como principais referências, André bebe inspiração em outros géneros musicais, como o rock alternativo e o folk, os quais explora com uma atitude positiva e um desejo urgente de inovação. O resultado é uma erupção de intensidades dinâmicas e sensibilidades emocionais, onde a cumplicidade e a experiência dos três músicos é evidente. Revelando grande maturidade e equilíbrio, André exibe uma liberdade criativa que o impele a exprimir-se com assertividade através da sua guitarra.
Ao vivo há também espaço para pequenos momentos a solo à guitarra ou nos cordofones madeirenses: Braguinha, Rajão e Viola d’Arame, sobre os quais, André Santos focou a atenção na sua tese de mestrado, recentemente concluída no Conservatório de Amesterdão.
.

João Guimarães / Eduardo Cardinho / Max Luthert III / Allan Mednard

.

João Guimarães – saxofone
Eduardo Cardinho – vibrafone
Max Luthert III – contrabaixo
Allan Mednard – bateria

.

Este concerto reúne alguns dos músicos jovens mais proeminentes das cenas nova iorquina, londrina e portuense ou portuguesa.
No entanto, o que os reúne é o gosto pela música, muito dito pelo jazz e tocar partilhando e desenvolvendo esta linguagem que ainda não mostrou limites nem por força da lógica.
Assim teremos Allan Mednard na bateria que já gravou o disco Zero liderado por João Guimarães, Eduardo Cardinho no vibrafone, que tanta música nova nos tem trazido e que coliderou este processo com Guimarães, e Max Luthert III, o baixista mais requisitado de Londres.

.
*(doação sugerida); Membros: https://portajazz.com/about/membros/ – cotas válidas por 1 ano: Membro amigo 40 eur; Membro músico/estudante 25 eur.
.
Anúncios